De uma maneira geral, quando vamos executar alguma tarefa DIY ou uma nova pintura na casa, nos atentamos mais na escolha da cor da tinta, com os materiais e com as técnicas de execução, não é mesmo?

Com isso, é comum deixar de lado as melhores maneiras de proteger tudo para evitar bagunça, sujeira, respingos de tinta e retrabalho.

Existem muitas alternativas para você não sujar o teto, o chão ou aquele móvel que você tanto gosta, sabia? Para cada cantinho ou situação, você encontra excelentes opções para garantir que tudo estará impecável após a execução da tarefa.

Por isso, antes de dar andamento a qualquer projeto ou pintura nova na casa, leia atentamente as nossas recomendação. Vamos lá?

Evite sujeira e bagunça na hora de fazer uma nova pintura na casa. Veja o que você deve fazer antes de começar:

Atenção às instruções da tinta

Pode parecer óbvio, mas, muita gente deixa de conferir qual é a medida correta de diluição entre água e tinta. Se você não diluir na proporção correta, na hora da pintura as chances de respingar além da conta são muito maiores.

Como proteger cada objeto?

Agora, já sabendo que é preciso atenção na hora da diluição, chegou a hora de verificar como proteger separadamente cada objeto e local. Veja como fazer corretamente:

  • Chão: a melhor forma de proteger o piso é através do papelão, preferencialmente o ondulado. Assim, ele absorve a tinta antes de chegar no revestimento do chão. Evite usar sacos plásticos, uma vez que alguém pode pisar na tinta úmida (já que o plástico não absorve) e espalhar por outros cantos da casa.  
  • Móveis e mobília: tente guardar o que for possível em caixas. O que não for possível, cubra com papelão e jornal, e tenha atenção aos contornos. Se você tiver uma lona para colocar por cima, faça isso, porque assim ele protege melhor e evita arranhões nos móveis.
  • Espelhos: quando os espelhos não podem ser retirados do local, é preciso fazer uma proteção com jornal e fita crepe e ter cuidado com as laterais.
  • Interruptor e tomada: Retire a parte retangular de fora da tomada e cubra o recorte da parede por onde saem os fios com fita adesiva larga.
  • Portas e maçanetas: se você for pintar uma parede que tenha porta, faça a proteção dos batentes com uma fita crepe mais larga e aperte bem, com o auxílio de uma régua. Agora, se você for pintar a porta, quem precisa de proteção é a parede, a fechadura e a maçaneta, não é mesmo? Você pode retirar e reinstalar depois, ou fazer uma proteção com papel alumínio. Como ele é moldável, fica fácil de cobrir e impedir que a tinta respingue ali.
  • Rodapé: não se esqueça de proteger todo o rodapé com fita crepe. Assim, além de proteger você garante um acabamento bem feito da pintura.

Agora que você já sabe como proteger tudo antes de começar a pintura, não deixe de contar com a Tintomax para encontrar os melhores materiais para renovar a sua casa!